Por que minha empresa deve contratar uma consultoria em TI?

Antes de listarmos as vantagens em contratar uma consultoria de TI, é importante explicar o que ela é exatamente e qual o papel que terá na sua empresa.

Em linhas gerais, pode-se dizer que é um serviço prestado para suprir alguma demanda ou necessidade tecnológica de maneira rápida e ágil. A ideia é trazer novos conhecimentos para dentro da empresa, que não são supridos pelos funcionários regulares.

O olhar externo do consultor ajudará você a enxergar aspectos da empresa que não eram vistos antes. Muitas vezes, são pequenos detalhes que podem ser resolvidos rapidamente.

Uma consultoria em TI pode ser global (quando trabalha para melhorar toda a área de tecnologia de uma empresa) ou especializada (quando atua em algum projeto ou processo específico). Entre as especializações mais comuns dos consultores, estão:

  • desenvolvimento;
  • novas tecnologias;
  • melhoria de processos internos;
  • qualidade e governança em TI;
  • infraestrutura;
  • segurança;
  • suporte proativo.
Qual é o papel de uma consultoria de TI?

Nesse caso, o consultor analisaria as necessidades da companhia e faria uma pesquisa para encontrar um software novo e mais adequado à demanda.

Depois da pesquisa, o consultor ainda pode ajudar a negociar os valores das licenças e participar do processo de implantação e treinamento. Assim, a empresa estaria rapidamente com um novo ERP, muito mais moderno e eficiente. Prático, não é mesmo?

Além da implementação de um novo software, um consultor pode ajudar sua empresa em vários outros aspectos. Por exemplo:

  • implantar estrutura de criptografia para melhorar a segurança dos dados;
  • realizar treinamento com a equipe interna para preencher lacunas de conhecimento;
  • planejar a migração e gestão documental;
  • estruturar a infraestrutura de segurança, incluindo instalação de softwares especializados como antivírus e firewall;
  • auxiliar na implementação e manutenção da estrutura de servidores remotos;
  • aprimorar a modelagem de dados.

Por estar sempre atualizado com as novidades do mercado de TI, o consultor terá plenas condições de identificar o que deve ser feito para sua empresa maximizar o uso da tecnologia, com o objetivo de gerar mais valor.

Read More
admin 24 de junho de 2020 0 Comments

Qual a diferença entre certificado digital e assinatura digital?

Qual a diferença entre Certificado Digital e Assinatura Digital?

Uma coisa é certa: quanto mais o tempo passa, mais as empresas querem garantia de monitoramento dos seus documentos, armazenamento na nuvem, segurança e agilidade nas suas transações. Além disso, elas também percebem a necessidade de serem ambientalmente responsáveis, fazendo com que os documentos em papeis sejam aos poucos eliminados.

Com o intuito de garantir que as transações digitais tenham a segurança jurídica esperada pelas organizações, o governo federal aprovou em 2001, a Medida Provisória nº 2200-2 que, de forma ampliada, regulamenta que os documentos assinados por meios digitais possuam a mesma validade jurídica dos assinados fisicamente e registrados em cartórios.

Para facilitar ainda mais o processo de assinatura, além do certificado digital, foram desenvolvidas plataformas que permitem a realização de assinaturas com apenas um clique, de qualquer momento e em qualquer lugar do mundo.

Com tantas novidades nesse meio, é comum haver dúvidas sobre os produtos que facilitam a assinatura de documentos com validação jurídica e a diferença entre os tipos de assinatura. Para isso, preparamos um conteúdo especial para esclarecer todos os questionamentos que podem aparecer. Vamos lá?

O Certificado Digital é a mesma coisa que Assinatura Digital?

Muitas pessoas confundem Certificado Digital com Assinatura Digital, porém existe uma diferença bem grande entre esses dois produtos, mesmo que um possa completar o uso do outro.

Para entender o que é Certificado Digital, você pode imaginá-lo como a identidade da pessoa ou empresa no meio digital. Com ele, é possível assinar documentos digitais e realizar obrigatoriedades da Receita Federal, por exemplo. Ele existe no modelo A1 ou A3.

Já a Assinatura Digital é uma técnica criptográfica que autentica os documentos e garante a validade jurídica a eles. Sendo assim, o certificado digital acaba sendo obrigatório para fazer as assinaturas porque é ele quem vai dar credibilidade a todas as transações.

O que é assinatura digital e eletrônica?

É normal que o conceito dos dois tipos de assinatura seja confuso para algumas pessoas, mas é bem fácil distingui-las e estamos aqui para te ajudar:

Para realizar a Assinatura Digital, é obrigatoriamente necessária a utilização de algum modelo de certificado digital padrão ICP Brasil, seja no modelo A1 ou A3, desde que ele esteja válido.

Já a Assinatura Eletrônica, é validada por meio de um código enviado para o celular ou e-mail pessoal da pessoa que vai assinar. Para entender melhor como ela é validada, é só pensar em como as operações bancárias são realizadas com senha eletrônica.

Read More
admin 27 de abril de 2020 0 Comments
Enviar Mensagem
Olá! Busque respostas na nossa Central de Ajuda ou converse com um de nossos especialistas.